Foto: Djan Chu

Foto: Djan Chu

Olá, eu sou a Cris Veit, editora de fotografia e designer.  

Desde 2014 atuo como editora e consultora de fotografia, oferecendo orientação em projetos documentais realizados a médio e longo prazo. Auxilio fotógrafos na concepção e desenvolvimento de narrativas visuais, desde a escolha do tema, passando pela elaboração do roteiro fotográfico, até a edição final do corpo de trabalho.

Essa atividade é extremamente estimulante e enriquecedora; me leva a conhecer pessoas novas com ideias e projetos fantásticos, a ensinar um pouco do que sei, e a aprender muito, a cada dia.

Entre 2001 e 2013 fui diretora de arte da revista National Geographic Brasil, onde era responsável pela produção de reportagens fotográficas que mantivessem o alto padrão de qualidade pelo qual a publicação americana é conhecida.

Nesse período, as reportagens brasileiras receberam mais de 20 prêmios Best Edit, concedido pelo time americano ao melhor material publicado pelas 40 edições internacionais da revista. Para mim, os prêmios são um reconhecimento da capacidade de fotojornalistas brasileiros de contar histórias relevantes através de imagens impactantes e cativantes.

Para um fotógrafo se destacar hoje, é essencial que ele desenvolva a habilidade de produzir narrativas visuais aprofundadas e aprimore sua linguagem fotográfica, encontrando a maneira única e pessoal para abordar os temas escolhidos.


Me formei em Publicidade e Propaganda pela FAAP (São Paulo, 1987-1991). Em 1993 participei do Curso Abril de Jornalismo em Revistas e a partir daí passei por diversas redações: fui designer e editora de arte na Capricho (1993-1996), fiz um estágio na revista Joy, em Munique (julho de 1995), morei um ano em Londres e trabalhei como designer freelance no departamento de Corporate Presentations da Condé Nast (1996-1997), fiz direção de arte de CD-ROM na produtora Trattoria di Frame (1997-1998), voltei para a editora Abril onde fui contratada como diretora de arte da Placar (1998-2001), até ser convidada para fazer direção de arte e edição de fotografia na National Geographic Brasil (2001-2013). Ao longo dos doze anos em que atuei na revista, tive o privilégio de trabalhar com grandes fotógrafos brasileiros, produzindo reportagens icônicas. E também a satisfação de descobrir novos talentos da fotografia documental, através de palestras e workshops ministrados em festivais como Foto em Pauta e Paraty em Foco, e em diversas escolas de fotografia.